terça-feira, 1 de novembro de 2011

Necessidade de uma Polícia Rodoviária Estadual, no Amazonas.

Já está na hora, ou melhor, já passou da hora do estado do Amazonas criar a Polícia Rodoviária Estadual, agora com a inauguração da Ponte, tornou-se imprescindível a sua criação.



Primeiramente, a Companhia de Trânsito, que é a companhia mais atuante e eficiente da Polícia Militar do Amazonas, deve ser ampliada e bem estruturada. A PRE (Polícia Rodoviária Estadual) ficaria integrada a CIATRAN (Cia de trânsito) e atuaria nas principais rodovias do estado, como a Am-070 (Manoel Urbano) e a Am -010.

Logo após a inauguração da Ponte, vejam apenas uma das tantas irregularidades cometidas. A reportagem foi retirada do site d24am.com:


“Para burlar a fiscalização, mototaxistas tiram o fardamento para não serem multados nas barreiras da Arsam e da Polícia Militar, montadas nas duas cabeceiras da ponte.”
Vejam a reportagem na íntegra aqui.

Isso é só umas, das tantas irregularidades cometidas no local. Uma das mais perigosas que, tanto na Manoel Urbano como na AM-010, causa um grande número de mortes é a embriaguez na condução de veículos.

A falta de fiscalização na AM 010 é visível, somente a barreira da CIATRAN no início da rodovia não é suficiente. A fiscalização só feita em veículos que deixam a cidade, quando na verdade, é na volta que os condutores estão sob o efeito de álcool e causam acidentes. Agora imaginem com a ponte, acesso direto à AM 070, vários balneários, banhos e etc, imaginaram? Agora pensem se aumentará o número de vítimas de acidentes de trânsito? Pensaram?

Já está na hora da criação da Polícia Rodoviária Estadual, para reprimir os infratores nas rodovias do estado, diminuindo assim o número de mortes causadas por acidentes automobilísticos no nosso estado.

Sinceramente, vocês acham que educação de trânsito, da forma que é feita no Brasil – aqui no Amazonas nem se fala – está resolvendo alguma coisa? Milhares e milhares de dinheiro gastos com bonecos, camisas, faixas e propagandas, que os órgãos de trânsito chamam de educação de trânsito, e, principalmente, o descaso do governo federal com o assunto não ajudam em nada. Por enquanto, infelizmente, a repressão aos infratores é a melhor solução. A não ser que, a Educação de Trânsito seja implementada nas escolas primárias, para as nossas crianças, fazendo com que elas sejam conscientizadas desde a infância, essa sim é a verdadeira educação de trânsito.

Lembre-se deste adágio popular: “papagaio velho não aprende a falar.”

Até mais. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário